Atividades de Aprendizagem

Na minha formação em Artes destaco o curso de Desenho Industrial na FAAP, e Licenciatura em Artes Plástica na Faculdade Santa Marcelina. Participei do Festival de Inverno de Campos de Jordão em 1983, onde esta participação me proporcionou o encontro com Hudinilson Jr e a Xerox, Lula e o Mamulengo, Guto Lacaz e o vídeo entre outros mestres e linguagens.

Cursei Especialização em Museus de Arte no Museu de Arte Contemporânea.

Em 2017 Participei do Coletivo no Madalena CEI desenvolvendo pesquisa em Fotografia e esse ano estou desenvolvendo pesquisa em gravura na oficina do Museu Lasar Segal com Paulo Pena.

Atividades Artísticas

A minha produção artística é predominantemente sobre papel e tem uma forte relação com as atividades pedagógicas que desenvolvi como professor. As técnicas mais usadas são o desenho, o guache, a xilogravura, fotografia. O desenho é constante, e neste, a busca da luz pelas linhas, texturas e cores. Com os trabalhos de fusing saio do papel e do bidimencional, mas a busca do desenho, da luz, da textura permanecem.  Realizei algumas exposições coletivas e individuais. Ultimamente tenho me concentrado mais em fotografia, tanto em novos clicks como revendo minha produção passada, e é neste diálogo entre passado, presente e futuro que estou buscando uma linha que possa caracterizar um trabalho de expressão mais consistente. Nestes anos todos as imagens que mais produzi foram de São Paulo e Bertioga; viajei pouco e  portanto pouco fotografei fora disto e meu trabalho inicial buscou retratar esses dois lugares. Em São Paulo busquei principalmente sua estética geométrica, o desenho da cidade,  menos as pessoas e seus movimentos e mais aquele instante, aquele ângulo, aquele enquadramento. Em Bertioga era mais o orgânico, o movimento, o vento e a onda, as mudanças de cor.

No decorrer do tempo outras questões foram aparecendo e as características de local foram se diluindo. Uma das questões foi a busca de um diálogo com a pintura. Qual a fronteira? É possível esse contato? Busquei fotografar o plano e a partir da ausência da perspectiva na foto, procurei assumir o plano do papel. Busquei também ultrapassar esse limite fazendo “pintura” a partir de fotografias.

Hoje estou desenvolvendo dois temas principais denominados Caos e "Natureza Morta". Denomino Caos a um conjunto de fotografias recentes e algumas anteriores tendo como referência a teoria dos sistemas caóticos que diz que a desordem aparente se dá não pela ausência de um sistema ordenador mas pela grande complexidade do sistema e sua instabilidade no tempo. O click fotográfico revela uma singularidade num determinado instante. É certo que toda criação artística pode ser pensada como a contradição entre ordem e desordem mas  não busco aqui provar a teoria e sim uma singularidade poética em busca da beleza, equilíbrio e elegância.

A outra idéia que conduz meu processo criativo dialoga com o gênero da pintura Natureza Morta e a denomino "Sobre a Mesa". Neste gênero os objetos pintados estão normalmente sobre uma mesa, mas estendo esta idéia para outros suportes possíveis, até mesmo o chão. Apresento os objetos como se fossem para serem degustados.

Jornada

- 1975 - Participação no 1oSalão de Arte Universitária de São Paulo - FAAP.

- 1979 - Exposição de Gravuras no Club Feminino do Alfa Ville.

- XXI Exposição Anual da Esc. Superior de Artes Santa Marcelina.

- 1980 - Mostra de colagem no Centro de Artes Shopping-News.

- 2011 – Exposição de Ikebana,  Celebrando 550 anos de Ikebana Ikenobo Centro Educacional Pioneiro.

- 2012 - Exposição de Ikebana  no Centro Cultural São Paulo.

- 2011– Exposição de Ikebana Celebrando 550 anos de Ikebana Ikenobo Centro.

- 2013 – Exposição de Ikebana Travessia 105 anos - no Centro Cultural São Paulo.

- 2013 - Exposição de Ikebana  no Centro Educacional Pioneiro.

- 2014 – Exposição de Ikebana Uma flor, uma emoção no Centro Cultural São Paulo.

- 2017 – Exposição coletiva Fragmentos da Cor - Espaço Cultural Teatro Jorge Amado – Pituba - Salvador – BA.

- 2017 - Exposição Gala em Preto, Branco, Prata e Transparente na Galeria de Arte do Esporte Club Pinheiros.

- 2018 - Exposição no VIII Salão internacional de Artes Visuais -Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo - recebendo Medalha de Bronze em Fotografia com obra Caos.